(16) 99108-7340 | (16) 4009-4000

Manutenção de Ar Central

Em ambientes que fazem uso de climatização em grande escala como shoppings, escolas, hotéis, hospitais, entre outros, o ar-condicionado mais recomendado é o central. Esse é escolhido por sua grande área de resfriamento e sua maior economia energética, se comparado ao ar-condicionado convencional. Uma das maiores diferenças entre os dois acontece em seu modo de resfriamento do ambiente, dessa forma em grandes áreas o ar central é mais vantajoso que o ar-condicionado split.


O ar-condicionado split resfria o ambiente diretamente com o gás refrigerante que é o responsável pelo resfriamento do ar injetado no ambiente, esse modelo tem apenas um motor e é recomendado para lugares de menor expansão, como um quarto ou uma pequena casa. Já o ar central tem um processo de resfriamento do ambiente diferente, nele o gás refrigerante resfria a água que circula pelo sistema, assim essa resfria o ambiente.

Esse tipo de ar tem um grande motor e consegue resfriar vários ambientes ao mesmo tempo com uma temperatura distribuída uniformemente.


Contudo a dúvida mais frequente é sobre a manutenção do ar central.


A manutenção do ar central é feita em algumas etapas, como esse tipo de equipamento tem cerca de 60 máquinas evaporadoras sua revisão consiste nas seguintes etapas:

 

  1. Limpeza do filtro: Deve ser feita quando se notar odores ruins vindos do aparelho de refrigeração ou caso sua ventilação esteja sendo obstruída.


 

  1. Higienização da máquina: feita para a higienização do sistema e consequentemente do ar ambiente, essa situação é percebida quando seu consumo de energia é exagerado ou quando o equipamento expele um odor desagradável e deve ser praticada a cada 3 meses para evitar bactérias e microorganismos prejudiciais no aparelho.


 

  1. Limpeza da unidade condensadora: É feito a fim de manter a boa eficiência da máquina. Esse problema é identificado quando o ar-condicionado não liga, quando a máquina liga mas não gela, dessa forma apresentando problemas no condensador externo.


 

  1. Limpeza da unidade evaporadora: Nessa etapa é necessário um cuidado maior para que não haja danos no filtro externo, para não danificá-lo é preciso averiguar todos os equipamentos para se certificar que tudo está em perfeito funcionamento. Esse procedimento exige Verificar se o ventilador está funcionando corretamente, o filtro está limpo, aletas de circulação estão funcionando corretamente, a parte externa está limpa e o aletas do trocador de calor estão em bom estado.


 

  1. Refrigeração do gás refrigerante: Essa é uma das etapas mais importantes de todo o processo de manutenção do ar central, uma vez que é ele quem resfria a água que evapora esfriando o ambiente interno. Nesse momento temos que verificar se há cargas de gás suficientes para o ar-condicionado, caso não haja o aparelho pode ter um superaquecimento e ser seriamente danificado.


 

 


Esses são os principais procedimentos para a manutenção de ar central, além de serem os itens os quais mais causam dúvidas para empresas que fazem uso desses equipamentos.